segunda-feira, 9 de março de 2009

Jejuar é também vencer a si mesmo

Jejuar é também vencer a si mesmo

“Passais vosso jejum em disputas e altercações, ferindo com o punho o pobre. Não é jejuando assim que fareis chegar lá em cima vossa voz.O jejum que me agrada porventura consiste em o homem mortificar-se por um dia? Curvar a cabeça como um junco, deitar sobre o saco e a cinza? Podeis chamar isso um jejum, um dia agradável ao Senhor?Sabeis qual é o jejum que eu aprecio? - diz o Senhor Deus: É romper as cadeias injustas, desatar as cordas do jugo, mandar embora livres os oprimidos, e quebrar toda espécie de jugo.É repartir seu alimento com o esfaimado, dar abrigo aos infelizes sem asilo, vestir os maltrapilhos, em lugar de desviar-se de seu semelhante.”(Isaías 58, 4-7)

O profeta Isaías na passagem acima nos recorda que viver o tempo quaresmal, mais que mortificar o corpo, exige de nós uma mudança de atitude, o comprometimento consigo mesmo e com o outro, em uma vida mais fraterna e verdadeira.Este ano a mensagem do Papa Bento XVI para a Quaresma, que tem como tema a fome, coloca em evidência o jejum, em seus vários sentidos. Ele cita São Pedro Crisólogo: “O jejum é a alma da oração, e a misericórdia é a vida do jejum, portanto, quem reza jejue.

Quem jejua tenha misericórdia. Quem, ao pedir, deseja ser atendido, atenda quem a ele se dirige.


Quem quer encontrar aberto em seu benefício o coração de Deus, não feche o seu a quem o suplica”.Frei Neylor J. Tonin, OFM, autor de vários livros sobre espiritualidade e formado em psicologia, sociologia e jornalismo, destaca que

“há uma tríade religiosa e ascética presente em quase todas as religiões: oração, esmola e jejum.

Pela oração, a pessoa exalta a Deus e o reconhece como seu senhor; pela esmola, ela se volta para seu irmão para ajudá-lo e para minorar seus sofrimentos; e pelo jejum, a pessoa procura se purificar de suas tendências egoístas e tornar-se mais santa”.

Todas as técnicas e exercícios ascéticos cristãos (oração, esmola e jejum) são personalizados, isto é, recebem o caráter não só da pessoa que os faz, mas da graça da pessoa por quem são feitos.“A ascese, por isto, mais do que um caminho em direção ao próprio mundo, é uma luta para sair dele, em direção aos outros. Os judeus jejuavam até duas vezes por semana, davam esmolas e rezavam. Os essênios abstinham-se de relações sexuais, renunciavam ao banho e todas as espécies de comodidades. Os filósofos usavam técnicas para dominar o corpo e as paixões. No cristianismo, existe uma pessoa que é o ponto referencial do nosso comportamento ascético. E é, por esta pessoa, o CRISTO, que o cristão, ‘na dor’, reza, jejua e dá esmola, anunciando a morte do Senhor ‘até que Ele venha’ (1Cor 11,26)”, ressaltou.

Para o religioso, a ascese cristã não consiste em mortificar o corpo, no sentido moderno do termo, mas em “morti-ficar (fazer morrer) em nós o homem carnal, a carne do dilúvio, em matar o velho ‘adão’, para que o novo tome seu lugar”.“A ascese cristã não consiste em reagir propositadamente contra qualquer movimento espontâneo, qualquer sensação agradável, qualquer ocasião de alegria, qualquer repouso.

‘Não te recuses a felicidade presente! Não deixes escapar coisa alguma de um desejo legítimo!” (Eclo 14,14). Ela não consiste em obedecer cegamente, sem critérios, mas em viver uma liberdade capaz de iniciativas ponderadas e rupturas corajosas”, lembrou ele.

De acordo com Frei Neylor, a ascese cristã não procura, a todo preço, “arrancar qualquer capimzinho (joio, erva daninha) ou inseto em nosso jardim espiritual, e sim em cultivar melhor os frutos e as flores que ele pode, com a graça de Deus e ajuda dos irmãos, produzir. A verdadeira ascese visa a fazer-nos mais livres, levando-nos a viver mais plenamente. Sempre na alegria. Com a cabeça perfumada. Sem neuroses. Com os olhos pregados em Deus. Longe de azedas condenações. Em alegre esperança. Com os sentimentos de Cristo”.

Veja abaixo as sugestões de Frei Neylor para viver melhor esse período.

Lembre-se:

1 - A ascese é um meio, só um meio;
2 - A ascese tem um valor relativo e sempre a serviço do amor, e só a fazemos para identificar-nos com alguém;
3 - A ascese é necessária para o fortalecimento do homem espiritual, interior;
4 - A ascese não faz ninguém santo, mas os santos fazem ascese!

Mais lembrete

1. Não tomar refrigerantes ou bebida alcoólica;

2. Orar um Salmo por dia;

3.Perdoar a quem me ofendeu;

4. Não reclamar da vida e das pessoas;

5. Jejuar às sextas-feiras;

6. Ter paciência com os membros da minha família e com os colegas de trabalho;

7. Não comer chocolate, sorvete ou sobremesa;

8. Ajudar e comprar algo de necessário para os pobres;

9. Não fofocar ou falar mal dos outros;

10. Fazer uma boa confissão a Deus;

11. Não querer ter sempre razão em tudo;

12. Orar mais;

13. Ter paciência com quem é chato;

14. Usar menos o celular;

15. Oferecer a própria idade ou doença, sem lamentar-me.

Fonte: Jornal O Testemunho de Fé

Um comentário:

KATIA OLHANDO SEMPRE ALÉM... disse...

LEGAL VC TER BUSCADO O LADO ESPIRITUAL PARA SUPERAR TUDO, É ISSO AÍ, GOSTEI. HJ, EU QUE ESTOU REVOLTADA MAS VAI PASSAR. DETESTO INJUSTIÇAS. MINHA BALANÇA PAROU NOS 62KG E NÃO SE MEXE HÁ UM MÊS MAIS OU MENOS. NÃO SEI O QUE FAZER PARA ATIVAR O MEU METABOLISMO. DOMINGO CAMINHEI E ANDEI DE BIKE O DIA TODO E VOU VER SE CONSIGO CAMINHAR AMANHÃ.BJS. ME AJUDE.