quarta-feira, 18 de março de 2009

Confiar em Deus

Quando, por ventura, você se deparar com um momento difícil, em que as crises aparecem gerando outras crises, não admita que o desânimo se aposse das suas energias.

Eleve-se acima da tempestade, através da oração. Pense que Deus é o autor e o sustentador de todo o bem. Pequenos dissabores que estejam atingindo você são convites a reexame dos empecilhos que enchem a estrada da sua vida. Discórdia é problema que está pedindo ação pacificadora. Desarmonias domésticas são exigência de mais serviço aos familiares. Doença é processo de recuperação da verdadeira saúde. Até mesmo a presença da morte não significa outra coisa senão renovação, e mais vida. Pense nisso: Sempre que as aflições visitem seu lar em forma de enfermidade ou tristeza, humilhação ou desastre, não se entregue ao desalento.

Recorde que, se você procura pelo socorro de Deus, o socorro de Deus também está procurando alcançar você! Se a tranqüilidade parece demorar um pouco, persevere na esperança, lembrando que o amparo de Deus está oculto ou vem vindo.

2 comentários:

Ana Carolina disse...

Querida!!!
Você não sabe o quanto este seu texto me acalmou e me trouxe um pouco mais de plenitude... Estou muito chateada. Uma conhecida acabou de vir em meu escritório, super magra, mas com um rosto cansado e doente. Meu sócio, falou para eu pedir a receita pq não consigo emagrecer como ela... Isso me tirou fora do sério. Mas sua reflexão ajudou muito.
Obrigada!
Beijos

KATIA OLHANDO SEMPRE ALÉM... disse...

Obrigada, pelas palavras pois o que mais me angustia é a espera por justiça dos homens e de Deus.
Estou, com um casal de amigos, orando todos os dias as 21h e tenho que me posicionar. Fiquei tão obssecada por essas 2 inquilinas que não pagam e não saem, que esqueci de estudar e relaxei com a dieta, a balança aumentou 1kg...bjs. Deus te dê força e sabedoria.