quinta-feira, 3 de abril de 2008

Por que as dietas não funcionam?

Por que as dietas não funcionam?

A indústria do emagrecimento já movimenta mais de 50 bilhões de dólares a cada ano naquele país.
No Brasil, mais de 70 milhões de pessoas possuem gordurinhas em excesso e cerca de 1 em cada 10 são consideradas obesas.
Mas ora, com tanta gente obcecada por regimes e pela boa forma, porque as dietas não funcionam?

Inicialmente, você deve entender que as dietas contribuem para a Obesidade, ao invés de combatê-la. Mais de 50% dos pacientes em tratamento para distúrbios alimentares afirmam que o problema foi precipitado por uma dieta muito prolongada. Ademais, está comprovado estatisticamente que as dietas só funcionam de verdade em 5-10% dos casos.
A imensa maioria das pessoas que fizeram regime recupera o peso perdido nos 5 anos seguintes – muitas vezes, com uma boa margem de lucro. Os cientistas acreditam que a explicação para este fato está na atividade de uma enzima chamada Lipase Lipoprotéica, envolvida na formação dos depósitos de gordura. Quando a dieta é interrompida, a Lipase volta a atuar com tanta vontade que, em pouco tempo, seu corpo terá mais gordura que antes da dieta.
Uma dieta muito severa também pode resultar em danos psicológicos e alterações orgânicas potencialmente graves, incluindo depressão, distúrbios da ansiedade, desânimo, anemia, diminuição da capacidade de defesa do organismo, desnutrição e osteoporose, entre outros.
Na base do raciocínio, está a conclusão que as dietas não são bem sucedidas em manter a perda de peso no longo prazo porque atuam na conseqüência do problema (obesidade), e não na sua causa (maus hábitos alimentares). Se você deseja recuperar a boa forma e mantê-la por um tempo indefinido, então você não precisa de dieta. Precisa de Reeducação Alimentar.
De acordo com os especialistas, o termo Reeducação Alimentar se refere à adoção de um padrão alimentar e comportamentos mais saudáveis (p.ex.: prática regular de exercícios), promovendo o bem estar geral do organismo. Este é o segredo para manter-se dentro do peso ideal.
Fazer a dieta da Lua, do Yin-Yang, do abacaxi ou do raio-que-o-parta não irá colocar você no caminho correto. Será apenas mais uma forma de enrolar antes de tomar a decisão mais acertada: procurar seu médico ou nutricionista e fazer um plano definitivo para vencer o vício da comida. Quem sabe, começar trocando-o pelo vício da leitura já seja um bom começo.
(*) Dr. Alessandro Loiola é médico, escritor, palestrante, autor dos livros Vida e Saúde da Criança e Crianças em Forma: Saúde na Balança e colunista da BR Press. Fale com ele pelo e-mail: aloiola@brpress.net

Um comentário:

Eduardo Dias disse...

Imagine uma vida sem compulsão alimentar...

Imagine você, diante de uma mesa de doces,livre totalmente daquela vontade descontrolada de sair comendo sem parar?

Você pode tudo isto ao conhecer os simples--->>>
http://bit.ly/segredosdamentemagra