terça-feira, 27 de novembro de 2007

Por que a dieta não funciona?



Privar-se de certos alimentos ou comer pouco pode aumentar o consumo de outros alimentos que engordam » Qual é a dieta correta?

A base fisiológica para emagrecer consiste em ingerir menos calorias e gastar mais energia: se esses passos forem seguidos, você certamente emagrecerá.


Uma das peças-chaves para se perder os quilos a mais e manter o peso corporal consiste em controlar os deslizes alimentícios."A perda de peso se sustenta em uma série de passos, que produzirão resultados na maioria dos casos se aplicados ao pé da letra. Se os que os aplicarem não perderem quilos, a primeira coisa a se fazer é comprovar se algo está errado, repassar cada um dos componentes da dieta para comprovar se não está sendo afrouxado o acompanhamento ou se estão sendo cometidos deslizes ou desvios".

Se com dieta e exercício alguém não emagrecer, será preciso pensar em um medicamento, que será escolhido de acordo com o estilo de vida e o estado de saúde do paciente. O Xenical, que impede que sejam absorvidos 30% das gorduras dos alimentos, é ideal para as pessoas que têm mais dificuldades para seguir um regime e controlar o que comem, e aqueles com problemas de colesterol ou triglicéride.


A sibutramina, que aumenta a sensação de saciedade e gastos com energia, é adequada para aqueles que são compulsivos. Especialistas alertam para fatores que podem passar despercebidos e que podem estar conspirando contra seu emagrecimento:


- Analise o que você anda comendo;
Com freqüência pensamos que privar-nos de certos alimentos ou comer pouco leva a um emagrecimento, quando talvez o que comemos é aquilo que mais nos engorde.


- Procure ter uma alimentação equilibrada;
Os especialistas aconselham ingerir 40% de hidratos de carbono, 30% de proteínas e 30% de gorduras. Para emagrecer, os carboidratos mais aconselháveis são frutas e verduras, e é preciso limitar o consumo de cereais, pães e doces, enquanto as gorduras aconselhadas são as de origem vegetal: azeite de oliva, abacate e frutos secos, com moderação.


- Divida para vencer;
É preciso distribuir a alimentação em cinco refeições por dia: as mais abundantes ou energéticas devem ser feitas pela manhã, para que você tenha forças no resto do dia, e os jantares devem ser leves. Com uma boa divisão de horários se evita a necessidade urgente de comer, que geralmente leva as pessoas a devorar tudo o que vêem.


- Talvez o problema seja a idade.

2 comentários:

Rô disse...

Oi, Rosângela! Gostei da reportagem. Já costumo dividir as minhas refeições para que eu não fiquei muitas horas sem comer nada para o bicho da fome não atacar. Quanto a dividir os grupos de alimentos, ainda não reparei nisso. Boa idéia!

bjs,

Sol disse...

Oi Ro
É isso aí mesmo... só falta a gente seguir à risca né..rsrsrsrs
Eu tô estacionada de novo... será que é por causa da semana red.
Espero que sim.
Vou ver se hj pulo corda menina... algo tem que acelerar aqui.
bjus
Sol